domingo, 21 de dezembro de 2014

Jacob e o Anjo

Este ano, como não sabia o que comprar para me dar no Natal, a avó propôs-me ser eu a comprar algo que eu quisesse. Ora como eu já tinha comprado nos meus anos o Pokémon Alpha Sapphire [e ainda não o terminei, só vou no 5º badge], decidi optar por uma prenda diferente. 



Decidi oferecer a mim mesmo uma ida ao teatro para ver algo que nunca tinha visto, pelo menos não neste formato - uma leitura encenada, dentro de um espectáculo multimédia, de uma das obras de José Régio, um dos escritores da cidade onde vivo. 



Eis um pouco da história desta obra:

A peça foi publicada em 1940 e a sua acção assenta em dois pilares fundamentais - o episódio bíblico da luta de Jacob com o Anjo de Deus e uma intriga que se passou na História de Portugal, na corte do malogrado D.Afonso VI, rei fraco, demente e incapacitado, que se vê destituído do Poder, ficando em prisão domiciliária até ao final dos seus dias.

O espectáculo:

Tratou-se de uma leitura encenada de uma versão condensada do texto, com aproximadamente 80 minutos. 4 actores assumiram as personagens principais:

João D'Ávila - Anjo/Bobo
Jorge Sequerra - Jacob/Rei
José Fidalgo - Criado; Duque
Carla Chambel - Rainha

Eu estava na terceira fila e na zona onde me encontrava, curiosamente não havia ninguém na segunda fila, pelo que eu estava completamente à vontade para assistir à encenação. Junto com os actores esteve presente um contrabaixista, Carlos Barreto, que improvisou ao vivo esboços compostos por Fernando Lopes Graça. Como "som do espírito", colocaram excertos da ópera Banksters, de Nuno Corte Real. Houve ainda projecção de desenhos e manuscritos de José Régio a pontuar a sessão, tornando este espectáculo vivo e dinâmico, fazendo desta leitura uma experiência teatral intensa e invulgar!

No final do espectáculo, havia uma surpresa preparada para o João d'Ávila, que pisava os palcos do teatro de Vila do Conde pela primeira vez! A surpresa que lhe fizeram foi a exibição de um documentário: "João d'Ávila - A Poesia em Movimento", de Jorge Sequerra, para celebrar os 80 anos de vida e os mais de 60 anos de carreira deste grandioso actor que também conheceu e confraternizou com José Régio! ^^  

sábado, 20 de dezembro de 2014

Por fim, o resultado da autópsia!

A escassos dias de fazer 6 meses que o meu irmão faleceu, eis que ontem ao final da tarde a minha mãe me telefonou a dizer qual tinha sido o resultado da autópsia. A mim incomodava-me o facto dela ter passado este tempo todo completamente obcecada com a ideia de saber o motivo do porquê dele ter morrido. 

Para mim, embora entenda e também esteja a sofrer com a dor dele ter partido, sei que o resultado da autópsia não iria mudar nada - não o poderia trazer de novo à vida. 

No entanto, foi com muita indignação que ao longo que as semanas foram passando, vim a saber das histórias mais absurdas e que mostram que os seres humanos, quando querem, são horríveis. As pessoas quando não sabem das coisas, inventam. e como muitos de vocês já sabem - "quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto." 

Assim, vim a saber que haviam pessoas a dizer que o meu irmão se drogava, outras que o tinham visto podre de bêbado no dia em que morreu, caído na berma da estrada, entre outras coisas semelhantes.

Fiquei chocado e completamente estupefacto pela falta de respeito e pela falta de consideração das pessoas. Como não sabem, inventam. Esquecem-se que, mais dia menos dia, a verdade acaba por ser apurada.

Assim, é com alívio que posso dizer que finalmente sei o que se passou:

O meu irmão teve uma arritmia cardíaca fulminante [que, pelos vistos, é um problema de família do meu lado materno, já que as minhas tias e a minha falecida avó também sofriam disso], seguido de um enfarte. Isto ocorreu às 00:45 do dia 24 de Junho de 2014.  


Agora sim, a alma do meu irmão pode descansar em Paz. :)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

E parece que hoje houve um encontro entre dois bloggers..!

Ao fim de dois anos, eis que eu e o Kyle finalmente tivemos a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente! Foi uma tarde super agradável, sempre com muita conversa, muita galhofa e excelente disposição! Já nos falávamos desde que ele se iniciou na blogosfera e foi um enorme prazer para mim ter estado com ele hoje! 



Há que repetir, Príncipe! XD

P.S. - Obrigado pelo desenho que fizeste e pela tua prendinha, foi a primeira do meu pinheirinho de Natal! ^o^


domingo, 7 de dezembro de 2014

Faz por Ti

Este ano recebi várias prendas de "valor emocional", o que me deixou bastante feliz. Dou mais valor a isso do que propriamente aos bens materiais. O João Negreiros, [a quem desde já envio um grande abraço], dedicou-me o seguinte poema:


Faz por ti

Faz o Sol por ti antes que arda.
Faz a chuva por ti antes que chores.
Faz a Lua por ti antes do dia.
Faz um sonho por ti antes do pequeno-almoço.
Faz um filho por ti com alguém.
Faz um negócio por ti por dinheiro.
Faz um vestido, não por ti, mas pelo teu corpo.
Faz um caminho por ti antes que te doam as pernas pela falta de uso.
Faz um festival da canção, afasta a mesa da sala, usa uma escova como microfone, faz as canções todas do mundo por ti e as brilhantinas todas do mundo por ti.
Faz uma corrida por alguém e corta por ti a meta.
Corta por ti uma laranja e sorve o sumo por uma pessoa só se tiveres muita sede.
Faz por ti um facho… e alumia quem te segue.
Faz por ti com rigor mesmo rodeado de indolentes.
Faz por ti com calma, mesmo assolado por patrões.
Faz por ti a coragem e serás assustador sempre que for preciso.
Faz por ti a sabedoria e saberás sempre que estiveres calado.
Não faças pouco de ti.
Não faças pouco dos outros.
Faz por ti como o dia quando acordas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...